sábado, 26 de abril de 2008

pontos cantado para zé pelintra do catimbó

TEM GENTE QUE ME CHAMA DE AMIGO,
MAS NÃO POSSUI NO CORAÇÃO A LEALDADE,
SE PENSAM QUE ME ENGANAM EU NÃO ME ILUDO,
SEM LEALDADE NÃO EXISTE AMIZADE, É SÓ FALSIDADE!




LÁ NO MORRO É, QUE É LUGAR DE TIRAR ONDA. BIS
TOMANDO BRAHMA DE MEIA, JOGANDO BARALHO E RONDA.




DE MADRUGADA QUANDO VOU DESCENDO O MORRO,
A NEGA PENSA QUE EU VOU TRABALHAR. BIS
EU BOTO MEU BARALHO NO BOLSO,
MEU CACHECOL NO PESCOÇO.
E VOU PRA BARÃO DE MAUÁ!
MAS TRABALHAR, TRABALHAR PRA QUÊ? {BIS}
SE EU TRABALHAR EU VOU MORRER.




DE DIA NUMA LINDA BATUCADA
DE NOITE NOS BRAÇOS DA AMADA.
QUAL É QUE É, SEU ZÉ. QUAL É QUE É?
EU SEI QUE SEU CASO É MULHER.




CALÇA, CULOTE, PALETÓ, CAMISA FINA
SÓ ME FALTA UMA BOTINA, PRA ACABAR DE AJEITAR
É ZÉ PILINTRA SIM SENHOR, E ZÉ PILINTRA SEU DOUTOR
SEU DOUTOR, SEU DOUTOR…(BIS)




Seu Zé Pilintra é quem chegou agora
Seu Zé Pilintra vem pra trabalhar
Seu Zé Pilintra mestre de Aruanda
Vai firmar seu ponto neste Congá




Ele veio foi de Alagoas
Mas ele veio pra lhe ajudar
Seu Zé Pilintra mestre de Aruanda
Vai firmar seu ponto neste Congá




Zé Pilintra, Zé Pilintra
Boêmio da madrugada
Vem na linha das almas
E também na encruzilhada
Amigo Zé Pilintra
Que nasceu lá no sertão
Enfrentou a boemia
Com seresta e violão
Hoje na Lei de Umbanda
Acredito no senhor
Pois sou seu filho de fé
Pois tem fama de Doutor
Com magia e mirongas
Dando forças ao terreiro
Sarava Seu Zé Pilintra
O amigo verdadeiro




Seu Zé Pilintra quando vem lá de Aruanda
Vem vencer sua demanda, vem abrir seu jacutá
Saudando o Sol, saudando o Mar
A estrela guia que clareia este Congá




Seu Zé Pilintra quando vem
Ele trás sua magia
Para saudar todos seus filhos
E retirar feitiçaria
Pisa na Aruanda Zé Pilintra eu quero ver
Pisa na Aruanda Zé Pilintra eu quero ver




Eu bem que disse a vocês, mas parece que eu adivinho
E o feitiço que tu tinhas Seu Zé Pilintra tirou
Deu meia noite na lua deu meio dia no Sol
Sustente o ponto Seu Zé que o ponto é de Catimbó




Seu Zé Pilintra não teve pai
Seu Zé Pilintra não teve mãe
Ele foi criado por Ogum Beira Mar
Em nome de Deus e de todos Orixás




EU ENCONTREI O ZÉ PILINTRA NO CRUZEIRO...
CHORANDO PELO AMOR DE UMA MULHER...
ELE CHORAVA POR UMA MULHER CHORAVA POR UMA MULHER..
CHORAVA POR UMA MULHER QUE NÃO LHE AMAVA...




SEU ZÉ PILINTRA É QUEM CHEGOU AGORA
SEU ZÉ PILINTRA VEM PRA TRABALHAR
SEU ZÉ PILINTRA MESTRE DE ARUANDA
VAI FIRMAR SEU PONTO NESTE CONGÁ
ELE VEIO FOI DE ALAGOAS
MAS ELE VEIO PRA LHE AJUDAR
SEU ZÉ PILINTRA MESTRE DE ARUANDA
VAI FIRMAR SEU PONTO NESTE CONGÁ




O zé pilintra no catimbó
É tratado de doutor (bis)
Quando abre sua mesa
Tem fama de rezador.




Venha cá seu zé
Venha me valer
Sem a sua ajuda
Eu não posso viver
O seu zé auê
O seu zé auá
Ele já vem aqui
Mas esquece de voltar




Oi zé, quando vem lá de alagoas >
Toma cuidado com o balanço da canoa >bis
Oi zé, faça tudo o que quiser >
Só não maltrate o coração dessa mulher >bis




Tava sentado no muro fumando um bagulho
O camburão chegou
Ai as crianças gritaram
Corre zé pilintra
A polícia chegou
Deu pancadaria, deu confusão
Saí correndo,
Deixei meu bagulho no chão

4 comentários:

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Vc tem os audios?

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

É possivel conseguir em mp3,?

catia maria disse...

sim é possivel consequir pelo google e desculpa a demora não tenho tempo de rever tds meus blogs

catia maria disse...

catiacmam@gmail.com e c.atia.m@hotmail.com caso queira mais informações